Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

babidibupi

Alegria. Amigos. Família. Faculdade. Livros. Música. Viagens. Amores. Futilidades. Desabafos. Tudo e mais alguma coisa. Babidibupi!

babidibupi

10
Set13

I'm a 90's, bitch

Quando eramos mais novos, eu e o meu irmão passávamos as férias com os meus avós. Nós éramos as únicas crianças de uma aldeia pequena quando não havia computadores e na televisão havia apenas três canais ( a TVI não dava naqueles lados) por isso tínhamos que ser criativos nas nossas brincadeiras porque jogar à bola e ao Super Mário todo o dia não tinha piada. Nós fizemos de tudo, claro que o cérebro por traz de cada operação era eu e o meu irmão o pau mandado. Uma das coisas que eu mais gostava de fazer era ligar para números aleatórios da lista telefónica: eu escolhia o numero e ele falava enquanto eu me ria. Hoje isso é mais dificil de fazer porque até os telefones fixos guardam o numero que ligou. Lembro-me também de termos usado a maquilhagem da minha tia para fazermos obras de arte com os dedos. Fizemos vários quadros e depois montamos uma barraquinha para os vender. Claro está que ninguém sequer passou à porta. Uma outra vez eu e ele arrancamos tudo o que a minha avó tinha na horta para ir vender à casa das pessoas. Eu fiquei em casa e o mandei o meu irmão ir vender, mas a coisa não resultou muito bem porque além de toda a gente ter hortas em casa também nos conhecia por isso ninguém nos deu credibilidade. Há ainda a historia daquela vez que "roubamos" um coelho à minha avó e o escondemos em casa para o tentar domesticar e muitas outras. Podia estar aqui a escrever infinitamente das minhas brincadeiras coisa que não acontecem hoje em dia. Os meus primos que tem a idade que nós tínhamos naquela altura só sabem jogar computador e ver televisão. Fico mesmo contente por ter nascido no anos noventa.

07
Set13

Colocações 2013

São hoje que saem e eu estou mais nervosa desta vez pelo meu irmão do que em 2009 quando era a minha vez. Sou eu que estou em constante F5 no mail dele porque ele não pode. Desejem-lhe boa sorte que eu também desejo a todos os (futuros) caloirinhos.

05
Set13

TPM

Podia estar para aqui a falar das dores de cabeça que se transformam em enxaquecas, da vontade de assassinar as pessoas com os olhos ou então desejar que elas façam a depilação das virilhas com uma esteticista má. Podia referir as cólicas insuportáveis, a vontade de comer chocolate como se não houvesse mais nada no mundo e do humor de cão. Podia falar de muitas coisas mas deixo para outra hora, porque não me pareça que isto hoje corra bem.

Pág. 3/3