Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

babidibupi

Alegria. Amigos. Família. Faculdade. Livros. Música. Viagens. Amores. Futilidades. Desabafos. Tudo e mais alguma coisa. Babidibupi!

babidibupi

16
Jul15

Tenho o melhor irmão do mundo

Hoje levou-me a jantar fora para "festejar" a nossa última noite juntos. Ele vai de férias, volta em Setembro.

Ele é o meu maior orgulho. É tão diferente de mim mas faz de mim um exempo a seguir. Quase que posso afirmar com toda a certeza que é o homem da minha vida.

15
Jul15

Ter a fama e não ter o proveito

Se me perguntarem a mim, digo-vos que não tive nenhum namorado. Se perguntarem às pessoas à minha volta ao longo dos anos são capazes de me darem uma dúzia de ex-namorados. Hoje descobri que tenho mais um namorado, eu não sabia, ele também não; de resto toda a gente sabe!

14
Jul15

É o seguinte

Vamos começar este post com: eu gosto do meu trabalho.

Ora portanto, já vai para três meses que eu tenho o meu emprego (parece que foi ontem que andava a escrever por aqui textos desesperados sobre o assunto). Só que nestes três meses eu não estive parada. Continuei a enviar CV's para o estrangeiro. Esta semana já tive alguns contactos com o exterior. Só o contacto inicial e blá blá. Mas deixou-me a pensar: se eu quiser mesmo, eu consigo! O problema é que num mundo ideal eu ia para fora meia dúzia de anos ganhar experiência e voltava para Portugal, ainda antes dos 30, ser linda e constituir família (sim, eu sei: sou um bocadinho careta neste aspecto). Se eu sair agora não tenho nada a perder: não tenho namorado, não tenho dívidas, ia ganhar 3 ou 4 vezes mais e a minha família apoiava-me incondicionalmente. Mas depois começo a fazer futurologia e começo a pensar "e se não me adaptar? emigrar não é o mesmo que fazer erasmus...", "se eu quisesse voltar, onde é que eu ia trabalhar? no sitio onde estou, sou só mais uma e facilmente substituível...". Se eu não gostasse do sitio onde estou a trabalhar, esta questão nem se colocava, mas gosto. Estou a começar a ganhar amor àquilo...

12
Jul15

Os maridos das outras

 

Tenho bastantes amigos rapazes/homens (estou naquela fase da vida que não sei bem como tratar as pessoas mais ou menos da minha idade). Alguns tem namorada e os outros não. E muito sinceramente, dou-me melhor com os que tem namorada. Calma, não comecem já a achar que sou uma destruidora de lares, que não sou (faço parte daquele grupo de pessoas românticas e inocentes que acha que quando duas pessoas estão juntas é porque se amam profundamente e vão ser felizes para sempre). Mas adiante, estava eu a dizer que gosto mais dos meus amigos que tem namorada. Por uma simples razão: é muito mais fácil ter uma conversa com eles. Seja sobre o tempo, sobre o Casillas ou mesmo sobre os saldos da Zara, eles conseguem ouvir. Com os solteiros as conversas já não são tão fáceis. Não são todos assim, mas a maioria está sempre com a sua postura de conquistadores  e surfistas da banheira e não é fácil ter uma conversa. Vão sempre arranjar uma frase com duplo sentido que depois de meia duzia de vezes já não tem piada nenhuma. Quando eu encontrar um moço solteiro com quem eu consiga ter uma conversa séria, caso-me com ele!

11
Jul15

Vitória

 Já aqui disse que não gosto de conduzir. Apesar disso, tenho conduzido bastante e já não tenho minis-ataques de pânico de cada vez que pego nas chaves do carro, só quando vejo que não tenho onde estacionar e tenho que dar mil voltinhas à procura de um sitio onde eu consiga lá meter o carro em condições. E hoje passei eu sozinha no Freixo. Odeio aquela ponte! Só se safa por ter aquela maravilhosa vista para o Dragão. Vocês devem estar a pensar: "Pff grande coisa, passou por cima de uma ponte.". Mas para mim foi uma grande vitória pessoal!

 

(Sim, para alguém que trabalha com carros, não lhes tenho grande confiança!)

09
Jul15

O que é que vocês fazem depois do trabalho?

Preciso de arranjar amigos novos. Sempre fui uma pessoa de poucos amigos. Muitos conhecidos (normalmente as pessoas adoram-me) mas muito reservada depois da zona onde conheço as pessoas. E agora estou um bocadinho sozinha no mundo. Uma das minhas melhores amigas "emigrou" para Lisboa e a outra está prestes a abandonar o Porto (pelo menos temporáriamente). Os meus restantes amigos da faculdade estão espalhados por aí. Da minha terrinha "não vou nem falar" porque sinceramente nunca fiz amigos por lá. (Eu tenho plena consciência de que a culpa disto é minha por não ser uma pessoa dada. É mesmo muito difícil eu sair desta minha carapaça.)

E não é com esta minha nova rotina de casa-trabalho-casa que eu vou fazer amigos novos. Ou pelo menos conviver com pessoas (apesar de ser muito reservada eu gosto de conviver com pessoas, sou balança...). Por isso vos pergunto, o que é que vocês fazem depois do trabalho?